Para otimizar a estratégia de conteúdo? Una a pesquisa por voz ao Marketing de Conteúdo

 

Cenas de filmes onde personagens dialogam com robôs estão cada vez mais próximas da nossa realidade, já que a pesquisa por voz faz parte do cotidiano de muitos brasileiros. A IOT, Internet of Things, faz do mundo físico e digital um único universo. Siri e Alexa são exemplos que mostram o quão poderosa e abrangente é essa tecnologia, que quando unida ao SEO, deve unir-se ao SEO para a otimização de buscas. 

Pense em uma casa milionária ou em uma mansão futurista. Os moradores certamente controlam o lar, automatizado, por comando de voz e imagem. É isso que a IOT, Internet of Things (em português, Internet das Coisas) proporciona: a junção dos mundos físico e digital em um único universo.

A Siri e a Alexa são exemplos que mostram o quão poderosa e abrangente é essa tendência tecnológica: a pesquisa por voz. Apenas durante a pandemia, o uso de assistentes virtuais cresceu 47% entre nós, brasileiros. A tecnologia não atrai apenas por poupar o tempo do usuário com digitação, ela também proporciona uma busca mais rápida, interativa e dinâmica. 

Basta uma frase de comando para que a voice search (pesquisa de voz, em português), busque informações na internet através de smartphones, tablets e notebooks, com a ajuda de um(a) assistente virtual. Desde solicitar a receita de um bolo até ligar o ar-condicionado: basta um comando de voz para acontecer. 

Segundo uma pesquisa da Global Market Insights, até 2024 a taxa de uso dos comandos por voz crescerá 35% ao ano. 


(Foto: Unsplash)

Hey, Siri. Oi, Alexa. Como usar as assistentes virtuais? 

A pesquisa por voz é completamente diferente da pesquisa escrita, e isso impacta diretamente na utilização das regras de SEO. De maneira geral, a pesquisa por voz acontece de forma simples. A partir da frase dita, ela é “diluída” em palavras-chave e, nos arquivos de busca na internet, compartilha o resultado. 

Os impactos da busca por voz no SEO

A união entre a busca por voz e o Marketing de Conteúdo é sinônimo de sucesso e assertividade. Para otimizar sua estratégia de conteúdo, conheça os principais pontos que sofrem impacto direto com a busca por voz e coloque-os em prática o quanto antes:

  • Linguagem natural: falamos mais rápido do que escrevemos, e inclusive utilizamos mais palavras. As pesquisas por voz são realizadas, na maior parte das vezes, utilizando essa “linguagem natural”, que capta mais características da fala.
  • Palavras-chave agora são pequenas frases: embora a comunicação esteja mais direta, os detalhes se fazem mais necessários. As palavras-chave estão se transformando em pequenas linhas, com uma média de 29 palavras. 
  • Palavras interrogativas: “quem?”, “onde?”, “quando?”, “por quê?” são palavras muito frequentes nas pesquisas por voz. Afinal, o diálogo que não exige digitação é mais detalhado. 
  •  Pesquisa semântica: para identificar possíveis respostas, além das palavras-chave e dos termos, o histórico de pesquisas e a localização são analisados. A busca por voz, para ter mais profundidade, se atenta ao sentido da pesquisa e não apenas à pergunta.
  • Pesquisa local: grande parte dos usuários utiliza o comando por voz para pesquisar ambientes locais.
  • SERPS (em inglês: Search Engine Results Page) = página de resultado de mecanismo de busca: em 75% das pesquisas por voz, os resultados exibidos estão entre as três principais SERPS - a qualidade da produção de conteúdo é responsável por isso.
  • Comércio eletrônico: atualmente, 62% dos usuários realizam compras através de uma assistente virtual.

5 passos para unir a busca de voz às estratégias de SEO 

Uma estratégica e bem planejada produção de conteúdo não é o suficiente para conquistar autoridade, espaço no universo digital e o coração dos usuários. A era da pesquisa por voz faz com que as empresas precisem: 

1. Apostar nas long-tails

É fundamental analisar o perfil do público e definir mais palavras-chave no formato cauda longa ( uma pequena frase representando uma busca mais personalizada).

2. Investir em future snippets 

As respostas prontas são as primeiras que aparecem nos buscadores, e elas auxiliam a marca a compartilhar ainda mais conhecimento aos consumidores.

3. Utilizar linguagem natural

Dialogar diretamente com os usuários é a maneira mais direta, simples e rápida de ser conhecido. Por isso, utilize termos com que os usuários possam buscar por sua empresa

4. Manter as boas práticas de SEO 

As técnicas não surtem efeito se forem aplicadas apenas na produção de conteúdos, é necessário verificar a responsividade do site, tempo de carregamento e indexação. 

5.  Apostar no Google Meu Negócio 

Quanto mais informação, melhor. Sempre. Na plataforma é possível inserir informações relacionadas aos serviços prestados, à localização, ao horário de atendimento, às promoções, etc. Quando se pesquisa por um restaurante no Google, os resultados aparecem primeiro para aqueles que possuem os dados completos. 

Viu como unir a busca por voz à estratégia de conteúdo é dialogar com o presente e com o futuro simultaneamente? Agora que você já sabe como e a importância de otimizar suas estratégias através de pesquisas por voz e SEO, ofereça uma experiência mais moderna, jovem e interativa ao usuário. E o melhor de tudo, dialogue com ele utilizando as mesmas expressões e necessidades. Você quer otimizar as estratégias de conteúdo da sua empresa? Siga-nos e nos mande uma mensagem. Nosso time de especialistas está pronto para alcançar novos resultados para sua marca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FREE MULTIAGÊNCIA  BLUMENAU 47 3326 7565    
twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagramwhatsapp