Humanização da Comunicação

Antes de ter, é preciso ser. A frase é pequena, mas representa uma filosofia inspiradora e muito abrangente, que vem norteando a nossa reestruturação física e profissional, um processo que começou durante o período de pandemia e que ganhou força principalmente no mercado das agências de comunicação.

Inovação e Transformação

Com 35 anos de atuação, seria muito fácil bater no peito e dizer: somos a melhor agência de comunicação e aguardar os clientes na porta. Mas, atualmente, em um mundo cada vez mais competitivo e com informação tão disseminada pelas novas tecnologias, não basta saber as coisas. Para ter resultados, você precisa ser a pessoa que você quer. Por isso, nós aqui na Free Multiagência temos trilhado um caminho inovador para despertar o valor e a virtuosidade das pessoas em busca de bons resultados lá na frente.

Falar do futuro das agências e das transformações pelas quais estamos passando já deixou de ser novidade. Vamos direto para algumas tendências, que irão forjar esse novo caminho a ser trilhado. A começar pela criatividade. A Free sempre foi reconhecida por cultivar a reputação criativa de seu capital humano e entende que cada vez mais será fundamental enxergar potencial e investir em nossos colaboradores.

Criatividade, Dados e Expertise Humana

Junto a essa reputação criativa, é preciso aliar as novas capacidades digitais, uma vez que é essencial corresponder às expectativas do novo mercado, cada vez mais globalizado e influenciado por “likes”. Essas novas capacidades pressupõem novas habilidades e até novos perfis profissionais, como por exemplo, um analista de dados. Sim, os dados hoje são referência para o marketing digital, na busca por clientes, por meio dos chamados leads, substituem a subjetividade (intuição e experiência) na hora da tomada de decisão.

Mas engana-se quem pensa que o algoritmo e a inteligência artificial são suficientes. Voltamos ao lema do início do texto. Não adianta ter o dado, se não tiver um profissional capacitado para analisá-lo. As abordagens podem estar baseadas em dados e algoritmos, mas a análise se torna também mais complexa e exige uma expertise humana capaz de traçar uma estratégia assertiva e eficiente, para alcançar cada tipo de público com a mensagem certa, e integrar cada vez mais a comunicação. Além desse foco nos dados e na capacidade de análise, a Free também tem feito esforços para ser responsável socialmente perante sua comunidade.

Social

As ações ao longo dos anos e a criação do Instituto Fernando Reichert evidenciam essa faceta. É também uma oportunidade de diálogo com o consumidor e de geração de valor para a agência. A responsabilidade social é um pequeno ensaio do universo ESG, sigla criada em 2004 e que tem sido adotada por grandes corporações que desejam ser socialmente responsáveis (S), ambientalmente sustentáveis (E) e administradas de forma correta (G). Conseguimos assim realizar um trabalho essencial para o nosso posicionamento e de cada um dos nossos clientes e podemos ajudar a construir e desenvolver marcas com novas leituras de mundo, costumes e comportamentos da sociedade. Um começo foi dado e que buscaremos priorizar em longo prazo.

roberta reichert diretora negócios digitais

Roberta Reichert é diretora da Free Multiagência, com quase 15 anos no mercado de comunicação.
Está à frente de negócios digitais da agência e também nos novos projetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FREE MULTIAGÊNCIA  BLUMENAU 47 3326 7565    
twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagramwhatsapp