Venda online: como se preparar e dar o primeiro passo

Antes de dar início ao assunto é importante saber: você já leu o conteúdo “E-commerce: por que ter um?”? Tudo que foi dito anteriormente precisa ser analisado e serve de base para que os próximos passos da sua empresa possam ser dados de maneira assertiva. Conteúdo lido? Então agora podemos começar! 

Após identificar qual é o tipo de e-commerce ideal para sua empresa, você precisa saber quais são as primeiras providência que precisa tomar para ver o site no ar. Fique tranquilo, com conhecimento, dedicação e profissionalismo seu e-commerce tem tudo para dar certo! 

  • 1. Defina o que será vendido 

Parece óbvio, mas muitas pessoas criam uma plataforma com o objetivo de vender um determinado segmento e acabam mudando no meio do caminho. Em primeiro lugar, é necessário saber o que sua empresa vai oferecer, e para saber isso é necessário realizar um planejamento para definir como o negócio irá funcionar. 

  • 2. Foque no público-alvo 

Antes de pensar em vender online você precisa entender quem é seu público-alvo. Desenhar a persona, ou seja, seu cliente ideal, é fundamental para entender como a sua mercadoria pode oferecer soluções e gerar valor na vida das pessoas. 

  • 3. Escolha seus fornecedores 

A qualidade dos produtos é uma das chaves para o sucesso de um e-commerce. A escolha dos fornecedores precisa ser feita de maneira criteriosa e paciente. Levantar referências sobre as empresas analisadas e ficar atento ao histórico de confiabilidade das marcas é importante para não ter prejuízo nas mercadorias e no cumprimento dos prazos. 

  • 4. Registre o domínio 

A escolha do domínio do seu site também está bastante ligada à lembrança de marca que sua empresa terá. Optar por um nome complexo ou muito longo pode fazer com que os consumidores não lembrem o nome da sua marca, e por este motivo, esqueçam de consumi-la. 

Um lembrete importante: optar pelas possibilidades sem custo pode transmitir pouca confiabilidade ao cliente. Em uma breve pesquisa na internet você consegue encontrar opções seguras e com custos bastante acessíveis.

  • 5. Contrate a plataforma de gerenciamento

Assim como a escolha do domínio, a plataforma que será usada também precisa de atenção redobrada. Tenha cautela ao escolher a empresa e saiba quais são os serviços oferecidos por ela. O número de cadastro de produtos e clientes, o cálculo automático do frete, a integração com o Correios e a fácil operação são informações que precisam ser levadas em consideração para uma boa escolha. 

  • 6. Desenvolva a identidade visual 

Ao contratar uma plataforma de gerenciamento para seu e-commerce você precisa ter certeza de que poderá personalizar seu site, desde o painel de controle até as páginas que o público terá acesso. Navegar em um site que tem a mesma aparência que o de outra marca não desperta curiosidade e pode inclusive prejudicar a experiência do consumidor. Para uma identidade única e que converse com o propósito da sua marca, contratar um designer é essencial. 

  • 7. Defina as formas de envio

A logística é uma das questões mais delicadas de um e-commerce é um dos maiores motivos de reclamação também. Como os produtos serão enviados e por quais serviços são duas decisões que você precisa tomar após estudar bastante o mercado. Se os serviços não funcionarem da melhor maneira possível, o consumidor tem uma imagem negativa da empresa.
Dica: se seu negócio tiver um crescimento notável, firme uma parceria com uma transportadora que entregue as mercadorias sem atraso e possa oferecer descontos pelo número de pacotes enviados.   

  • 8. Otimize os mecanismos de busca (SEO) 

Se você escolheu um domínio com palavras relacionadas ao que vende, saiba que aqui esta decisão tem um peso muito importante, não somente nas buscas orgânicas feitas pelos consumidores mas também na descrição do produto cadastrado no e-commerce. Se seu negócio for sobre vestuário, por exemplo, o cliente pode buscar por “casaco de lã” nos sites de busca, e se as mesmas palavras estiverem na descrição do objeto, mais seus produtos serão direcionados à internet. 

  • 9. Poste nas redes sociais

Você já faz parte do universo digital. Então explore tudo que as redes sociais podem oferecer para a divulgação da sua marca. Após reconhecer seu público e traçar sua persona, você saberá quais são as plataformas que sua empresa precisa usar para dialogar com os consumidores diariamente.
Atenção: não basta criar um perfil e não atualizá-lo com frequência. Você precisa desenvolver estratégias digitais e saber quais ferramentas usar para se comunicar diariamente com os consumidores. 

  • 10. Monte estratégias digitais 

Após todos os 9 passos anteriores, chegou o momento de você criar a estratégia digital da sua empresa. Quais são os objetivos e as necessidades da sua marca? O que você almeja alcançar? Em quanto tempo você deseja conquistar? Estabelecer quais são suas metas é o primeiro passo para traçar uma estratégia. Em segundo lugar, para acompanhar seus resultados, você precisa estabelecer períodos de checagem. Verificar e analisar as métricas é fundamental para perceber se sua meta está próxima de ser cumprida.
Surgiu um problema ou uma não aceitação? Faça as correções e volte para o percurso. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FREE MULTIAGÊNCIA  BLUMENAU 47 3326 7565    
twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagramwhatsapp