Marketing de Influência: como investir na estratégia que tomou conta das redes sociais

 

Se você é ativo nas redes sociais com certeza já se deparou com postagens de influenciadores e celebridades divulgando produtos e serviços. Esses profissionais estão cada vez mais ativos e presentes na vida das empresas e dos consumidores produzindo o famoso “publi”, que nada mais é do que um conteúdo patrocinado por uma marca. 

Mas afinal, o que é Marketing de Influência?

É o conjunto de estratégias e ações que utiliza um profissional, no caso uma celebridade, como interlocutor com alto poder de convencimento, buscando influenciar na decisão de compra a favor de determinada marca. Marketing de Influência não é apenas a maior tendência do mercado digital, quando bem feito, é resultado.  

Se realmente vale a pena investir tempo e dinheiro na internet? Os números comprovam a proporção da conexão virtual. Nosso país é o 3º no ranking dos que passam mais tempo na internet. Gastamos, em média, 9 horas navegando diariamente. Estamos também entre os primeiros quando falamos no tempo gasto nas redes sociais: são mais de 3 horas diárias.

Quem são os reis e as rainhas? 

No reino chamado internet, os influenciadores são os reis e as rainhas dos conteúdos. 71% das pessoas conectadas na terra do consumo de dados afirmam que seguem algum tipo de influenciador e 62% afirmam possuir um formador de opinião favorito. 

Por que trabalhar com os influenciadores? Porque os profissionais criam uma ponte entre a marca e o próprio público, extremamente engajado, impactando de maneira positiva as estratégias traçadas. 

Quanto mais seguidores maior o resultado? 

Primeiro é importar ressaltar que o influenciador ideal, ou seja, o profissional compatível com a marca e com o que ela produz e transmite, nem sempre é uma celebridade. O segredo para encontrar “a cara da marca” é buscar e analisar uma pessoa que tenha os mesmos propósitos e discurso da empresa.  

No entanto, a verdade é que para uma parceria assertiva e sólida nem sempre é necessário utilizar uma celebridade que tem milhares de seguidores nas redes sociais. 2019 foi o ano do microinfluenciador, profissionais com até 100 mil seguidores, e 2020 está sendo o ano do nanoinfluenciador, pessoas com até 20 mil seguidores. 

O lado positivo de trabalhar com influenciadores com menos de 20 mil seguidores? Para os consumidores, eles representam taxas de envolvimento mais altas do que os macroinfluenciadores, e suas recomendações podem parecer mais confiáveis e verdadeiras do que os “publis” feitos por grandes nomes. 

Como escolher o influenciador certo para a marca? 

Durante a execução do planejamento estratégico é fundamental analisar qual é o objetivo da campanha de Marketing de Influência, o tamanho da empresa, a verba disponível para tal ação e o público consumidor dos produtos ou serviços. 

Se o objetivo for alcançar o maior número de seguidores, o ideal é apostar em uma celebridade bastante conhecida. Por outro lado, se o foco é atingir regiões pontuais a escolha de nano e microinfluenciadores é uma excelente estratégia. Mas, independente do alcance do influenciador, lembre-se: toda campanha tem que se conectar com a realidade daquele profissional. 

Para acompanhar os resultados de algumas ações realizadas para a Cadence Brasil, confira nossas redes sociais. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FREE MULTIAGÊNCIA  BLUMENAU 47 3326 7565    
twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagramwhatsapp